domingo, 1 de março de 2009

Guimarães 1

Como a última viagem a Guimarães não correu como o previsto, e o jornalista Murcão não deve estar para aí virado, vou dissertar sobre o passado mais ou menos recente destes "corredores domingueiros".
Já agora fazer 40kms para chegar ao ponto de encontro, e não estar ninguém à espera é obra.

Não sei quem tem razão, mas podiam esperar mais um bocadinho, logo o Murcão que gosta tanto de andar na estrada, teve de fazer mais 45kms para vir embora comigo. Adiante que ainda vai correr muita tinta...

Em tempos idos, em que não era preciso andar de comboio para passear no monte, arrancava-se manhã cedo ainda com o sol escondido, com as pasteleiras de então, mas com alegria e boa disposição.
Os ferros de cromo bilénio debaixo do cu e toca a fazer subidas, agora, é liga de alumínio, é liga de carbono, é encaixe para os pés, é espuma...só falta o mordomo, não admira que queiram mostrar as bikes no comboio......




Antes da saída preparava-se o doping, para não faltar as forças, isto no tempo em que o outro ainda não tinha sido preso.

E isto dava para andar quase a manhã toda, sendo preciso parar somente para comprar uma regueifa ou beber um copito de branco.






Algumas vezes o pessoal entusiasmava-se mais e aí, já eram moelas, rojões, chouriças e papas, sempre regado com o verde da região.












E depois de todas estas situações, como é natural, a cabeça já não funciona muito bem, e alguns já não querem andar mais de bicicleta e tentam arranjar outros meios de transporte... O que nem sempre conseguem e tem de fazer o caminho para casa montados nos ferros.



As consequências dos excessos de alguns corredores está bem visível, um pedal que falha, uma roda que escorrega, ou a visão turva origina acontecimentos destes, por sorte o terreno era macio, se era no alcatrão....

11 comentários:

  1. Mais uma vez convém esclarecer que:

    - Só saímos da estação porque eu tinha plena convicção que o Acácio faria a subida com o Quim.

    ResponderEliminar
  2. O Acácio faria a subida com o Quim, se o Quim estivesse para aí virado, depois de 40k, fazer mais dez a subir e depois mais 60k para vir embora.... O Acácio faria a subida... Ele até a fazia mas sentiu-se abandonado e desmotivou-se, se eu não estivesse com ele naquela hora má, acho que ele fazia alguma asneira...

    ResponderEliminar
  3. Digo que tinha plena convicção porque percebi na primeira chamada que era isso que tinham em mente. Mas posso ter percebido mal...!

    Se não estivesses com ele, a hora má jamais existiria, porque nesse caso é óbvio que iriamos esperar. Ou passa pela cabeça de alguém que fizemos de propósito para ele ficar?

    Mas para a próxima que eu volte a combinar qualquer coisa, garanto-vos que não volta a acontecer.

    Por minha parte fiquei chateado (comigo mesmo) quando vi que o Acácio não ia subir, porque foi dos primeiros a aderir á ideia.

    Peço desculpa, a quem proventura pensar que a culpa é minha.

    ResponderEliminar
  4. Isto está a ficar engraçado, não se trata de culpar ninguém, mas sim tirar partido da situação para haver falatório durante a semana...

    ResponderEliminar
  5. Kim Van Diesel, gostei da tua história e entendi
    perfeitamente a ultima palavra "alcatrão"...

    Mas olha que o peixe morre pela boca meu amigo, por isso cuidado para não "escorregares" no
    monte.

    Eu vou estar preparado para esse momento sublime. Vou montar uma camara no kiko
    para te filmar.......maricon.

    Fui........

    ResponderEliminar
  6. Para este caballero Mariachi que agora entra
    deixa que te diga algo amigo.

    Estes gajos são todos malucos....., mas malta
    porreira.

    Não vês o que uma simples viagem a Guimarães
    (que não sabes onde é), está a provocar uma
    história para toda a semana.

    Bem fiz eu em ter ido ao Gerês com o "preguissa"
    Kelhas.

    Os trilhos lá são melhores...

    Olé tambem para ti........

    Saludos (o que é isto???)

    ResponderEliminar
  7. Atenção que andam aí portugueses disfarçados de espanhois, actualmente nem tudo o que parece é...
    mas o que fizeram ao Acácio não parece... é...

    ResponderEliminar
  8. Ó Guax, alguma coisa aqui não bate certo, então foste ao Gerês... e ligaste-me às 11.15 a dizer que estavas a chegar a S.Tirso com o Quelhas... hum..hum... de bicicleta!

    Saludos não são charutos... são saudações...olé

    Já agora se tivesses ido de carro a Guimarães, eu tinha feito a subida á Penha com o Acácio e vinha embora contigo, logo todo este imbróglio não tinha acontecido...metia a minha espada (bike de estrada) na tua mala... assim, subiria o Tourmalet... de outra maneira... não.

    ResponderEliminar
  9. Amigo Kim, julgava eu que eras um moçoilo inteligente...afinal falta qualquer coisita.

    Estivemos em Sto.Tirso do Gerês... entendes agora.

    E da proxima vez que tiveres necessidade dos meus
    prestimos (ajuda), no transporte da tua "espada"
    avisa com tempo de antecedencia, sim.. porque isto de dizer que vão fazer downhill com bikes
    de estrada é muito suspeito e deita por terra
    toda esta história de subir ao monte de Guimarães.

    Tu queres é aparecer ó Van Disel, vai mas é trabalhar....

    ResponderEliminar
  10. Meu caro amigo, falta-me toda a energia gasta no domingo, desconheço essa localidade no Gerês, mas também não se pode conhecer tudo nè...

    Em relação à tua mala, para o transporte da minha espada... só falei, porque li uma mensagem dum tal Guaximin a dizer que ia de automóvel...

    Eu só ia e vinha a (Guimarães) para fazer companhia e fazer de lebre a quem fosse de bike.

    Subir à Penha, já era um excesso de gasto de "Diesel" em reserva, e já não dava para o retorno...

    ResponderEliminar
  11. Entendo perfeitamenten as tuas palavras amigo..,
    mas, se eu sabia que ia uma "lebre", acredita
    que não faltava....levava o fato de perdigueiro.

    Ok!, aquele abraço...

    ResponderEliminar

Endereço IP (Para os que não sabem onde estão)