sábado, 11 de setembro de 2010

AVISO

Até novas notícias a actividade neste blog terminou, o novo endereço é
www.uspreguissas.wordpress.com

quarta-feira, 1 de setembro de 2010

A caminho de Santiago ( 2ª parte )

Isto é só para quem pode... e quer muitoooooo...rsrsrsrsrsrs
As vagas estão a acabar.
video

terça-feira, 31 de agosto de 2010

A caminho de Santiago ( 1ª parte )

Para aqueles que foram, é uma forma de recordar uma grande aventura, para aqueles que querem ir e não deixam, é uma forma de ver o que perdem, para aqueles que querem ir e vão na próxima, uma forma de ver o que os espera - uma epopeia que perdurará durante muito tempo...
video

segunda-feira, 30 de agosto de 2010

Video do Passeio do dia 29/08/2010

Companheiros,

Aqui fica o link para um video do passeio de ontem.
O mesmo já está na nossa página do facebook.

Mais uma manhã divertida na companhia de bons amigos....as férias já acabaram é bom que comece a aparecer mais gente.

Abraço a todos e espero que gostem!

Aniversário....


30-08-2010

Quero dar o meu contributo ao Kim diesel que faz anos neste dia, que se ponha bom rapidamente porque estamos todos á espera do regresso dele para as btt lides .

Forte amplexo

sexta-feira, 27 de agosto de 2010

Srª Graça bikegp

Nem mesmo o mau tempo impediu dois bravos de encetar mais uma aventura, desta vez a ida à Srª da Graça e regressar nas bikes. Aventura parcialmente cumprida pois o tempo não ajudou e os ossos começaram a dar sinal de cansaço e frio. Parabéns ao Posta & King.
Para a próxima concerteza estarão presentes mais bravos, também está em preparação mais uma peregrinação a Santiago, preparem-se.


video

sábado, 21 de agosto de 2010

Habitat dos Preguissas

Depois de vasculhar os filmes do telemovel, consegui fazer um resumo de alguns momentos das voltas. Alguns já com alguns anos, outros mais recentes e de alguns Preguissas já desaparecidos.
Espero que contribua para relembrar e fazer reunir as tropas...
video

sexta-feira, 20 de agosto de 2010

Sra da Graça....

Segunda feira:

Saída ás 06h em frente á churrasqueira da estação....
Destino : sra da graça
pretensões:ir , subir e vir de bike.

Mais informações telefonar ao Posta

abraço

segunda-feira, 16 de agosto de 2010

Para tirar as dúvidas....

Ora biba....
Para quem tinha dúvidas que alguns dos bravos iam a Esposende aqui estão as provas
de realçar a saída ás 9:00 e a chegada ao meio dia.
90 km em bom ritmo, hora de chegada normal e com vontade de fazer o monte da sra da graça
ou era a receita a falar mais alto....???
A todos que se comprometeram a ir e ficaram no leito dos lençóis uma boa manha de soninho....

abraço a todos




quarta-feira, 11 de agosto de 2010

Volta de domingo

Proponho para os que forem aventureiros fazer-mos a volta de sra da Graça
eu sei que não é para todos mas não deixa de ser um desafio a superar
colocamos pneus finos nas cabras e vamos, o que acham.....????

quinta-feira, 5 de agosto de 2010

Mais uma aventura....

Meus senhores
Está combinado mais uma aventura....

Saída : segunda feira ás 06h matina
Destino: Sra da Graça
Regresso : carrinha

Esta aventura destina-se a todos , quer de bike de btt quer de estrada e tem como principal objectivo a ritmo médio-baixo chegarmos lá e subir o monte de Sra da Graça , mais um destino a ficar nos nossos currículos e mais uma experiência única.

Quem quiser ir que me diga alguma coisa....

Atenção que não é para todos só para aqueles que querem ir.....

Para os "bravos".....

Abraço a todos....

sábado, 31 de julho de 2010

Maldita clavícula

Antes de mais vejam como sou bonito...
Parado durante 3 ou 4 semanas, não há bike para ninguém, durante um jogo de futebol um camelo com poucas aptidões para a bola só consegiu parar um predestinado como eu fazendo uso da falta, baixa e traiçoeira, embora sem maldade acho eu, no entanto tirou-me 4 semanas de vida activa.

terça-feira, 27 de julho de 2010

Eu vou........

Hora
1/8 · 9:00 - 12:00

LocalMuro - TROFA

Criado por

Mais informação
No dia 1 de Agosto têm lugar as festas em honra a S.Pantaleão na freguesia do Muro.

Estão todos convidados para um passeio em autonomia total cuja partida será no recinto das festas (junto á Capela de S. Pantaleão) e termino no mesmo local.

A concentração será ás 9 horas e a chegada prevista para as 12 horas.
...
Aparece!

segunda-feira, 26 de julho de 2010

Rescaldo da volta

Boas......

Antes de mais quero dar aqui as rápidas melhoras ao mano Kim Diesel que durante o treino sofreu uma pequena lesão( luxação grau 2 ) que o vai levar a estar de repouso 3 semanas.
Mas rapidamente vai estar nas pistas para desbravar vales e montes e auto-routes .....

A volta de domingo como já se esperava correu dentro do possível muito bem, à excepção do calor que se sentia nada a salientar.
Preguissas presentes: Posta, Renato, Mike, V2, Vasco quelhas e Xico .

Número considerável para o calor que se sentia, à saída combinamos a volta e decidimos fazer algo diferente e fomos a Valongo , ao famoso Sanatório , mas com objectivos de ir á Srª do salto, famosa pelas suas descidas e subidas.

Mas o calor , as avarias e os furos foram tantos que ficamos só a entrada do dito vale que já se fazia tarde, não tínhamos mais remendos e a sede era enorme.....
Decidimos retornar a casa e mais tarde ir lá com mais tempo e mais material de assistência.

Foi uma volta engraçada de perto de 50 km com um grau de dificuldade médio-alto dado aos muros que fizemos em Valongo.

Volta a repetir....

PS: parabéns ao Vasco King que na subida da Sra da graça fez jus ao nome de "preguissa bravo"

Abraço a todos

quarta-feira, 14 de julho de 2010

Aundi ni fue a finoril di alquim

Peut di monte uer misteas du car lho mesno quave se nãa su podu da roda e do selim.
Seru que tudos mirreram, andi quelque de baceclota cama num hove nitucias aunde piro a melto echi de buber un copi du tente i ein rossil i shmisca.

quarta-feira, 30 de junho de 2010

Promessa cumprida....

Meus senhores





Como foi combinado no jantar de Natal por elementos dos preguissas havia duas maratona a fazer, uma delas a Santiago de Compostela , assinada por muitos, mas feita só por alguns, ( kim diesel, posta, V2, Renato,Manel V.Boas e Gil ) elementos bravos porque não foi pera doce.


A segunda maratona foi Fátima , passeio esse assinado por alguns, poucos é claro, mas alguns e só o preguissa Posta é que foi representar o grupo juntamente com a excelente malta da UCC, outros "bravos":



Resumo da volta:

Saída S. Romão ás 6:00 da matina chegada ao almoço á Figueira da foz ás 12:00 com 166km

almoço de 30 minutos e arrancada para fátima ás 12:30 , chegada a fátima ás 15:30 com 237 km.

De salientar o excelente companheirismo de todos, o Sr presidente da UCC Sr Mário fernandes esteve sempre em cima dos acontecimentos, tanto no almoço como durante o passeio com agua e fruta com fartura e também dar uma palavra ao preguissa gil que mesmo não indo foi-nos levar a Ermesinde de bike e foi jantar conosco á Mealhada.

Bom passeio a repetir...

quarta-feira, 16 de junho de 2010

Passeio Btt

Passeio 27 junho

www.pedalarvieira.blogspot.com

Mais informações Renato Mecanico

segunda-feira, 14 de junho de 2010

MARATONA V.N. FAMALICÃO

Então pessoal?

Não sei se ainda vamos a tempo mas, no próximo domingo vai haver uma maratona em Famalicão.
Informações e inscrições em : http://www.maratonafamalicao.com/

Abraço!

quinta-feira, 10 de junho de 2010

E depois da bicicleta...


A Volkswagen apresentou o seu primeiro veículo de duas rodas e o conceito "Think Blue" na Auto China 2010. Por incrível que possa parecer, a bicicleta da Volkswagen chamou mais atenção das pessoas do que os seus próprios carros. (http://www.youtube.com/watch?v=sXhhWXw9V7A&feature=related ).


A empresa tem se referido a ela como a obra de arte da mobilidade. A VW Bike não tem pedais, é dobrável, freio a disco nas duas rodas e funciona a bateria que pode ser recarregada no próprio carro, em corrente contínua ou numa tomada AC Comum. foi concebida para se encaixar perfeitamente no compartimento do pneu estepe da carro. O Conceito de mobilidade deste equipamento é para que a bicicleta seja um complemento do carro. Assim, o motorista poderia deixar o carro num estacionamento fora dos grandes centros congestionados e trafegar em zonas com tráfego elevado com sua bicicleta elétrica.

sábado, 5 de junho de 2010

Tal Como Combinado

Então não é que na quinta-feira as cabras saíram para o monte!
Quatro preguissas decidiram tirar as teias das pernas e lá fizeram 25 Km de monte, e que monte!
Subidas e descidas com fartura para experimentar o que as novas cabras têm para dar.
É claro que nos feriados vai quem quer, ou quem pode. E neste, Quelhas eram dois, os outros vieram do Porto (o Chico e o António).
Para o António aqui fica o link http://www.bike-tv.cc/
Amanhã, logo se verá, mas aceito a sugestão do Renato!

Abraços!



segunda-feira, 31 de maio de 2010

Grande dilema....

Meus caros

Ainda estou para perceber como é que ao Domingo de manha de pratica magia cá nos nossos passeios...

Então eu passo a explicar....

Estava programado sair ás 8h do café S.Romão, devido ao tempo estar a ficar muito quente e assim teríamos mais algum tempo para andar.
Alguns elementos ou não têm relógio ou se têm está atrasado mas adiante......
Preguissas presentes:

Posta
Kim diesel
Gil Neto
Rui trankilo
Renato
Marco Quelhas
Miguel Quelhas
Vasco Quelhas

Fazendo bem as contas eram 8 elementos que arrancaram certo??
Pois é mas á chegada só chegaram 3 , daí que a diferença seja 5, certo??
Será magia ou quê??

Desses 5 Elementos desaparecidos em pleno passeio, vim a saber que três deles tiveram faltas justificadas...

Renato ______________ter horas marcadas para compromissos pessoais, tudo bem...
Gil Neto _____________optou por ficar na Agúdela por ter la a família, tudo bem....
Kim diesel____________ficou em casa no castelo, sempre fino, tudo bem.....

Agora faltam dois elementos que até agora não deram noticias , só era para saber se estão em casa em plena saúde ou não???

De salientar as Máquinas novas desses preguissas que não tiveram grande sorte, pois neste ritmo vão ficar novas para sempre.....rsrsrsrsrs

Até domingo

Boas pedaladas

Abraço

quarta-feira, 26 de maio de 2010

Passeio a Fátima

Está agendado o passeio a Fátima no dia 26 de Junho, sábado, organizado pela Ucc, quem estiver interessado em participar deve comunicar, penso que o transporte para casa está assegurado, assim como para os desistentes, há carro de apoio, temos que confirmar pormenores.

terça-feira, 18 de maio de 2010

Organização

Viva,


Pessoal acho que o grupo já começa a ter um nº consideravel de presenças, acho que estava na altura de termos mais organização e regra nas nossas voltas.

Ponto nº 1 - Marcar uma hora de saida (agora em tempo quente tentar sair mais cedo)
Ponto nº 2 - Eleger uma pessoa para fazer o percurso, essa pessoa escolhe o percurso e toda a gente acompanha sem criticas.
Porque se não acontece sempre o mesmo, "para onde vamos hoje" vamos para ali, ó não vamos por ali" depois ó por ai não que é a subir , por ali não que tem lama., e acabamos sempre com 15 a 20 kms em 4 horas, e andar sempre nos mesmos sitios.

Podem sempre dar a vossa opnião


Abraço,

quinta-feira, 6 de maio de 2010

Santiago de Compostela - 3ª etapa

2010.05.03
Terceira etapa - Caldas dos Reis/Santiago (41 kms)

Como de costume, o despertador tocou eram 6.00h, o ritual dos últimos dias manteve-se, arrumar as tralhas e preparar mais uma jornada, a mais curta. Tomamos um bom pequeno almoço no bar ao lado do albergue, e partimos junto com bastantes peregrinos a pé. Subimos bastante até à povoação de Cruceiro num percurso entre prados e bosques, cruzamos a N550 algumas vezes e começamos a descer a boa velocidade um trilho fabuloso, tanto pela natureza luxuriante como pelo desenho das curvas e contra curvas.










Passamos por S. Miguel de Valga, Pontecesures e chegamos a Padrón, mais uma vez paramos para trincar uma sandes de presunto e fizémo-nos à estrada para fazer alguns kms na N550, a determinada altura o percurso fez-se por estradões e atalhos com algumas subidas cruzando algumas povoações, apanhamos chuva e nesta dia muitos peregrinos a pé.














Foi um sobe e desce constante, não muito acentuado, no entanto fazia mossa, acabamos por chegar a Milladoiro, um arrabalde urbano de Santiago, faltavam cerca de 3kms para chegar à catedral. Ainda subimos ao Agro dos Monteiros onde se desfruta de uma boa panorâmica da cidade, descemos por carreiros e para acabar a última dificuldade do dia, uma subida longa e empinada, mas fez-se e acabamos por chegar à catedral de Santiago de Compostela com o objectivo cumprido. Tiramos fotografias, recolhemos a compostela e partimos para a estação do comboio.

EPÍLOGO

Foi uma aventura levada a bom porto, um grupo homógeneo, bem disposto e solidário, fizemo-la a bom ritmo, sem ser uma corrida e não houve desfasamento de andamentos. Pela kilometragem e pelo tempo passado em cima da bicicleta não foi uma tarefa fácil, foi preciso sacrifício e uma grande capacidade de sofrimento. Para quem foi, fica uma grande experiência e a vontade de repetir.

No que respeita a avarias de bikes, nada que fizesse perigar a chegada ao destino, um raio partido, umas pastilhas gastas, uns dentes do carreto partido e uns ajustes nos alforges.

Em relação ao pessoal:

O Paulo posta está como o aço, ninguém o segura... aquelas joelheiras fazem milagres, e sempre bem disposto.

O Renato mecániko é o abono de família, o grupo pode andar descansado que não há avarias sem solução, seja com pregos ou com arames.

O Vito corleone foi uma surpresa, para quem chegou à pouco tempo às bikes, anda bem, e teve uma prestação de grande nível.

O Manuel Vilas Boas, outra boa surpresa, atendendo ao peso e à recente adesão às bikes, anda que se farta.

O Gil não foi surpresa, já o conhecemos, com aquela barriguinha e vontade férrea, quando precisa vai buscar forças onde não as .

O Kim diesel, que há para dizer sobre essa "lenda" é como vinho do Porto....

Parabéns

Os meus parabéns aos BRAVOS que foram a Santiago.

Vamos lá pensar numa ida a FÀTIMA, aqui só com uma perna partida é que não vou.
Mesmo assim não sei

quarta-feira, 5 de maio de 2010

Santiago de Compostela - 2ª etapa

2010.05.02
Segunda etapa - Rubiães/Caldas dos Reis ( 102 Kms )


Manhã cedo, 6.00h, tocou a alvorada e posteriormente um concerto de instrumentos muito mal afinados, depois de equipados, fizemos a manutenção mínima às nossas montadas, isto é, óleo nas correntes, e abalamos para o Constantino para o primeiro café, não havia mais nada.









Começamos a subir em direcção de S. Bento da Porta Aberta, por caminhos rurais e algumas rampas para aquecer, pois a manhã estava fresca, descemos para Fontoura por uns singles-traks bem desenhados e que deu gosto fazer, atravessamos a N13 e rumamos a Valença, para tomar o pequeno almoço repleto de energia ( Varadero + 2 minis ), outra vez montados seguimos em direcção à ponte de Tuí para entrarmos em Espanha, percorremos ruelas na parte antiga da cidade, subimos e descemos escadas, e chegamos a um dos troços mais bonitos, o vale do Louro, com belos trilhos e boas sombras junto ao riacho.










Pela frente tínhamos agora vários kms em longas rectas de alcatrão na travessia do polígono Industrial de Porriño, o vento dificultava o andamento mas o ritmo mantinha-se,durante este trajecto fizemos umas boas subidas, a pior foi a íngreme rua dos Cavaleiros com cerca de dois kms sempre com grande inclinação e algumas descidas violentas que não davam para descansar, durante vários kms andamos sempre perto da N550 e esta foi sempre uma referência no caminho até Santiago.










Passámos em Paso de Mos, Santiaguiño da Antas, Chan das Pipas e até nos perdemos e esta foi a única vez que aconteceu, andando mais cerca de 3 kms até reencontrar o caminho até Redondela, chegámos aí por volta das 14.00h, cansados e esfomeados, almoçamos no Migas uma parrilhada de carnes, polvo e pimentos Padron tudo muito bem regado pois o calor apertava.










Quando já nos preparávamos para arrancar, chegaram mais uma vez os nossos amigos, para almoçar, partilhámos as incidências do dia anterior e da manhã, despedimo-nos e metemos os rodas ao caminho, rumo a Pontevedra.










Subimos até ao alto da Lomba para descer até Arcade apreciando as vistas da ria de Vigo, chegados a Pontesampayo atravessamos um labirinto de ruelas, descemos até ao rio Ullo e voltamos a subir agora uma velha calçada, que nos fez lembrar a Labruja e nos levou até Cacheiro, depois passámos por campos, vinhas e pomares chegando à periferia de Pontevedra.

Cidade com bastante agitação urbana, onde descansamos um pouco das dificuldades, já com 75 kms feitos o dia de estava a ser um rompe pernas constante de subidas e descidas.

Saímos de Pontevedra apanhando a margem direita do rio Lérez, seguindo um longo carreiro do vale do rio da Granada, molhamos os pés nos troços do Castrado e Pozo Negro, a partir de San Mauro os caminhos tornam-se largos e de bom piso por entre campos e vinhas.

Já com 95 kms chegámos a um albergue, a pensar num banho e descanso, pois estávamos estourados, as instalações eram boas e novas, os peregrinos alojados eram boas e novas, mas não havia lugar... Desilusão total, toca a seguir em direcção a Caldas dos Reis para aí tentar alojamento.
Deviam ser 19.30h quando chegámos, Ponte do Umia e albergue ao lado do rio, entramos e camas todas ocupadas, mas estávamos decididos a não sentar mais as nalgas nas bikes e convencemos o zelador a deixar-nos ficar em cima de colchões no chão.


Alivio geral, guardamos as bikes, e atiramo-nos para cima dos colchões enquanto esperávamos a nossa vez para tomar banho.
No bar ao lado, mais umas cervejas para alguns, infusão de ervas do campo para outros, e a seguir a ceia, com a sopa galega a ficar na memória de alguns, o dia terminou aqui e a noite seria de descanso para a etapa final.


terça-feira, 4 de maio de 2010

Santiago de Compostela - 1ª etapa

2010.05.01
Primeira etapa - S. Romão / Rubiães ( 104 km. )
Participantes: Renato, Posta, Gil, Vito, Vilas-Boas e Kim diesel

Saída prevista para as 6.00h, mas adiada 60 minutos em função da programação do telemóvel do n/ mecânico, só desperta nos dias de trabalho... modernices. Eram 7.15 h e já tínhamos o segundo carimbo na credencial, com o pequeno almoço feito na Campa do Preto em Gemunde. Seguimos por Vilar do Pinheiro, Mosteiró, Gião, Vairão e Vilarinho, passamos a ponte D. Zameiro sobre o Rio Ave e a partir daqui a paisagem altera-se, percorremos zonas de florestas e estradas que correm entre os muros das extensas propriedades agrícolas.









A primeira referência no nosso sub consciente era Barcelos, e até lá percorremos campos, bouças e atravessamos várias freguesias com o encanto do meio rural, paragem em S.Pedro de Rates no Albergue, para outro carimbo e aconchegar o estômago na mercearia, conhecemos aí dois espanhois com quem nos cruzaremos algumas vezes, eles queriam chegar a Porrino no final do dia, atendendo ao nosso andamento e aos sítios onde os vimos, não temos a certeza que o tenham conseguido.










Chegamos a Barcelos às 10.30h, atravessámos o rio Cávado pela Ponte antiga, paramos mais acima para umas fotografias com o galo e depois no centro para mais um carimbo e apreciar o ambiente das festas das Cruzes. Passada a referência Barcelos, outra surgiu, Ponte de Lima.









Na saída de Barcelos passámos por um grupo de ciclistas, com o mesmo objectivo, e até Santiago partilharemos alguns momentos da viagem, mas sempre na frente...Abade do Neiva, S. Fins de Tamel, Balugães... foram percorridos alternando entre caminhos rurais e estradas municipais, eram 13.45h quando paramos para a primeira refeição sentados, pato assado, regado com cerveja, saciados, demos duas de conversa com uns peregrinos de Aveiro que faziam o caminho a pé. Depois do almoço custou entrar outra vez no ritmo, mas com o empenho do Gil rapidamente engatámos e atravessamos a Facha, a Seara e a Correlhá em trilhos de muita beleza, culminando na avenida dos Plátanos, na marginal do rio Lima. Paragem no centro de Ponte de Lima para umas fotografias e mais conversa com uns motoqueiros da Maia, Os Preguissas por onde passam sobressaem no ambiente.










Próxima referência de destino: uns diziam Valença, outros mais sensatos diziam Rubiães, optou-se por arrancar e ver no que dava, a partir daqui a conversa centrou-se na Labruja até ao final do dia. ( dissemos esta palavra 122 vezes ). Saímos da vila pela ponte romana/gótica que atravessa o rio Lima, com os seus 22 arcos e retomamos os caminhos rurais ao longo do Lima, paisagens deslumbrantes com o som da água como fundo, mas o que é a Labruja? Serra que tem um trilho de 2 kms com pendente muito inclinada e que só se consegue transpor com a bicicleta às costas, até lá, a encosta foi-se fazendo já com alguma inclinação e muita transpiração, a meio um recanto para saciar a sede e recuperar forças para a desconhecida Labruja.

Aqui reencontrámos os nossos colegas que passámos em Barcelos, eles chegavam e nós partíamos, conversa em dia e arrancámos para a Labruja, rampas muito inclinadas, tanto em calçada como em terra, foi uma subida permanente a requerer esforço e concentração no máximo, chegámos aos últimos dois kms que nos levam até à Portela Pequena, onde se encontra a casa do guarda florestal.








Realmente a dificuldade para transpor esta parte do percurso é enorme, depois de muitos kms nas pernas, depois de subir muitas rampas com bastante inclinação, depois de todo o desgaste do dia, temos dois kms para fazer com a bike às costas, em certos sítios foram necessários dois elementos para passar as bikes com alforges, mas como bravos que somos, fizémo-la e se fosse preciso ...










Repostas as energias perdidas, começamos a descer em direcção a Aqualonga e Rubiães, chegamos ao albergue da terra por volta das 19.30h, e demos por finda a jornada do dia, com 104 kms e muita fome, banho tomado, limpos e perfumados fomos ao encontro da aventura, mais abaixo, no Constantino, um bife com batatas fritas e receita.






Santiago de Compostela


6 PEREGRINOS, 250 KMS, 18.50 H, 60.000 PEDALADAS - SÓ PARA BRAVOS
O resto conto mais tarde...

sexta-feira, 23 de abril de 2010

quinta-feira, 22 de abril de 2010

A próxima aventura...




Lusogalaico

Algum Preguissa quer ir ao Lusogalaico?
Eu tenho inscrição paga e não posso ir... Só tem de me trazer a camisola e não ficar mal visto na classificação, afinal é o meu nome que vai aparecer...


MAL VISTO, QUER DIZER " ACIMA DO VIGÉSIMO "... ( 20 )

O senhorio é bom moço...


Podemos continuar a usar as instalações... e o logradouro...

quarta-feira, 14 de abril de 2010

Encerrado

PARA REMODELAÇÃO, INTROSPEÇÃO E RETIRO ESPIRITUAL...
Orientação do PEC...

quinta-feira, 8 de abril de 2010

Alforges e afins

Boas povo

Alguém já arranjou alguma maneira de levar as tralhas, se sim que aconselhe quem não arranjou....

Abraço

quarta-feira, 31 de março de 2010

Primavera de aguaceiros

A volta desta semana resume-se a isto....

1. Malho fenomenal do preguissa Vasco kelhas ( confiança a mais ) , serve para endurecer os ossos das articulações....

2. A bike nova do Maike

3. Numero consideravél de participantes

4. Mergulho do preguissa " Xico receitas "


video

Para a semana temos a Páscoa e temos de nos portar bem...ok ?

Ricos meninos

Inté e um abraço

quinta-feira, 25 de março de 2010

A Maldição do falecido...

Consta que em tempos mais remotos, um habitante do Coronado, fazia de bicicleta um caminho para a vila da Trofa, nesse tempo um dos acessos principais, actualmente fazemo-lo de bike para nosso lazer.
Num determinado dia de Inverno esse ciclista furou e teve de fazer o percurso a pé e à chuva até
casa, chateado o homem rogou pragas e amaldiçou todos os que passassem de bicicleta por aqueles caminhos.
Mais uma vez a maldição caiu sobre os que trilham aqueles caminhos, desta vez foram só trés furos de uma só vez, mais um a seguir para finalizar.
Fora estas maldições a volta correu normalmente, fizeram-se uns trilhos novos no nosso quintal, sim ainda há trilhos desconhecidos e no fim umas minis e presunto para compor.
video

quarta-feira, 24 de março de 2010

Maratona Ponte Lima


Mais uma maratona para os preguissas participar.

segunda-feira, 22 de março de 2010

Lista para Santiago de Compostela

Meus senhores Preguissas:

Este espaço aqui destina-se somente para saber quem vai a Santiago de Compostela
para se identificar os bravos e para pedir as credenciais.

A credencial destina-se exclusivamente aos peregrinos que se dirijam a pé, bicicleta ou a cavalo a Santiago de Compostela e que desejam fazer a peregrinação com sentido cristão, . A credencial tem como objectivo identificar o peregrino; por isso a entidade que a emite deve ser uma Paróquia, Confraria, Associação de Amigos do Caminho de Santiago, etc. A credencial não cria direitos ao peregrino. Tem duas finalidades práticas:

O acesso aos albergues que oferece a hospitalidade cristã do Caminho, e

Para solicitar a "Compostela" na Catedral de Santiago, que certifica o cumprimento das peregrinação.

A "Compostela" é concedida somente a quem faz a peregrinação com sentido cristão: devotionis affectu, voti vel pietatis causa, e só aos que chegam ao túmulo do Apóstolo, tendo percorrido pelo menos os últimos 100 km a pé ou a cavalo, ou 200 km de bicicleta.

Já falta pouco tempo, temos de nos preparar fisicamente e começar a tratar da logística e de tudo que esta acção envolve.
Peço desde já a colaboração activa de todos e que todos mostrem a determinação a que estamos habituados, pelo menos alguns.....

Acho que vai ser um convívio bastante interessante para fortalecer as amizades´que já perduram no grupo e para nos divertir.

Inté a todos e façam o favor de dizer quem vai.

Abraço

quinta-feira, 18 de março de 2010

Preparação para Santiago

Após tomar a decisão de fazer o Caminho, o mais adequado é iniciar o quanto antes o treinamento. Realizando uma preparação bem feita, você poderá desfrutar melhor do muito que a peregrinação tem a lhe oferecer. A filosofia do Caminho, seus aspectos espirituais, culturais e belezas naturais não devem deixar de ser aproveitados por motivos de cansaço, falta de informação ou problemas físicos decorrentes de uma má preparação. Fazer o Caminho de Santiago não é fazer montanhismo. Ter experiência em montanhismo ajuda, porém não é necessário tê-la para fazer o Caminho. Procure aprender alguma coisa sobre caminhadas, antes de comprar o equipamento e de começar a andar.

Comece o treinamento realizando caminhadas de curta distância. Não adianta exagerar e percorrer dezenas de quilômetros em um dia e passar vários outros em estado de recuperação. Esta não será sua realidade no Caminho. Aumente progressivamente a distância percorrida e se possível a constância do treinamento. Com o tempo, o ideal seria percorrer a quilometragem média das etapas do Caminho (20 a 30 km), durante dias seguidos, até a data do embarque para a Espanha.

A melhor maneira de preparar-se, é fazer caminhadas com mochilas relativamente leves, por percursos mais curtos e progressivamente ir aumentando o peso e a distância.

Treine utilizando diferentes tipos de pisos, pois no Caminho você caminhará por todo tipo de piso. O asfalto e o cascalho (pedras britadas) são os piores tipos de terreno para um caminhante.

Quando estiver próximo ao dia da partida e já houver adquirido todo o seu equipamento, realize caminhada com a mochila carregada com aquilo que você considera imprescindível levar. Talvez o imprescindível não seja mais tão imprescindível quando você tiver a dura noção do peso.

A bota ou o tênis também devem ser amaciados. Como já comentamos, sapatos novos não combinam com caminhadas de longa distância. Aproveite para usar suas roupas de caminhada, afim de evitar surpresas desagradáveis por inadequação de equipamento.

Uma forma eficiente de treinamento é realizar viagens por trilhas montanhosas, carregando todo o seu equipamento, para que o corpo se acostume também com as subidas e descidas. Aproveite seu tempo nos feriados prolongados para caminhar por dias seguidos.

Caso você não tenha a oportunidade de se preparar fisicamente para percorrer o Caminho, será o próprio Caminho o seu campo de treinamento. Não adianta se lamentar. O melhor a fazer é preparar a mente, fator não menos essencial que o preparo físico. Para tanto, aprenda a ouvir seu corpo, aprenda a sentir quais seus limites e comece devagar.

Recomenda-se, também, praticar alguns exercícios de alongamento antes e depois de caminhar. Vejamos o que nos informa a professora de educação física Ana Paula Peron:

"Para se conseguir um bom resultado com a preparação física, não podemos esquecer o trabalho de alongamento. Abaixo relacionamos alguns benefícios atingidos com esta prática:

BENEFÍCIOS DA PRÁTICA DOS ALONGAMENTOS:

· REDUZ A TENSÃO MUSCULAR - PROMOVENDO O RELAXAMENTO DO CORPO;
· EVITA LESÕES MUSCULARES E ARTICULARES;
· PROMOVE MOVIMENTOS AMPLOS E SOLTOS;
· MELHORA A CIRCULAÇÃO DO SANGUE;
· AUMENTA A FLEXIBILIDADE;
· AMPLIA A MOBILIDADE ARTICULAR;
· FORTALECE LIGAMENTOS E TENDÕES.

"Para o peregrino, esta prática pode e deve ser realizada diariamente, antes, durante e depois da caminhada. Na preparação e principalmente no Caminho".

Você pode escolher alguns movimentos, mais específicos, que alonguem, principalmente a musculatura anterior e posterior das pernas, pois é nesta região que o peregrino sofre uma sobrecarga de trabalho, portanto dê especial atenção às suas pernas.

"Nas figuras em anexo, às de no. 1 ao 8, são exercícios para alongar a parte superior do tronco e braços. Estes exercícios são importantes para o peregrino que carrega sua mochila por todo o dia.

"No exercício 9 ao 23 são exercícios para alongar a musculatura lombar, posterior e anterior das pernas e são extremamente importantes para relaxar e melhorar a mobilidade para as longas caminhadas.


Algumas dicas importantes

· Faça os alongamentos dentro do seu limite e sem sentir dor;
· Procure relaxar, enquanto faz os alongamentos com suavidade;
· Mantenha sua posição de alongamento por, pelo menos, 20 segundos e sem fazer balanceios;
· Vá avançando lentamente sem se comparar com outras pessoas, procure atingir seus objetivos devagar;
· Respire naturalmente. A respiração é uma grande aliada do trabalho de alongamento e ela deve ser o mais natural possível;
· Não se esqueça de alongar os diferentes grupos musculares.

Recomendações especiais

O nosso corpo sente muito quando caminhamos com as mochilas, por isso recomendamos que as mesmas não devam exceder de 8 a 10 quilos, alguns informam não exceder de 10% do nosso peso. É necessário, não somente distribuir o peso dentro da mochila, como também treinar e preparar a musculatura lombar e a da chamada cintura escapular, especialmente devido ao nosso caminho que envolve subidas e descidas.

O peregrino deve ter fidelidade a seu sonho. Perceber que sua força de vontade já começa a ser exercitada antes mesmo dele colocar os pés no Caminho de Santiago. Conseguir o dinheiro e o tempo necessário para ausentar-se de seu país, deixar a família e os afazeres cotidianos, já fazem parte do Caminho que, afinal, tem inicio a partir da decisão de realizá-lo.

Normalmente, a média de tempo que um peregrino leva para caminhar desde a fronteira coma França até Santiago é de 28 a 35 dias. Normalmente, também, o período de férias é de 30 dias. Não adianta querer ignorar seu tempo disponível e tornar sua peregrinação uma operação aritmética onde o resultado é qualquer número absurdo de quilômetros por dia. A coisa realmente não funciona desta forma.

Ser capaz de caminhar uma determinada distância em apenas um dia ou dois na sua cidade é muito diferente de percorrer esta mesma distância seguidamente durante todos os dias, carregando uma mochila nas costas, até completar cerca de 800 km.

Além disso, é importante levar em consideração o tempo de viagem até o inicio do Caminho e o tempo de volta, sem esquecer que você não conseguirá chegar em Compostela e ir embora tranqüilamente no mesmo dia.

Reserve um tempo também para desfrutar de sua realização e de uma das cidades mais fantástica de todo o mundo. O melhor para quem não dispõe de tempo necessário para o percurso desde a fronteira é começar a caminhar de um ponto mais próximo a Santiago.

As lições do Caminho de Santiago estão geralmente nas pequenas coisas. Surgem como a luz que anuncia a chegada de mais um dia, ensinam velhos segredos a quem observa o vôo dos pássaros ou despertam a consciência daqueles que contempla o trabalho dos pastores.

O poder do peregrino não está no domínio da distância, mas na comunhão com tudo aquilo que o cerca. Aproveite ao máximo seu Caminho que será construído a cada momento, sem pressa, pois o que torna alguém um peregrino não é o simples deslocamento geográfico até uma Catedral, mas o aprendizado com as pequenas coisas que completam o seu dia a dia até chegar lá.

Uma pergunta que sempre surge é: "quantas horas de caminhada deveremos fazer diariamente?": Temos duas regras básicas a considerar:

1 - Não andar rápido demais: para podermos efetuar o caminho percebendo o que acontece ao seu redor tão diferente do dia a dia nas cidades, em que mal temos tempo para pensar em nós mesmos, o caminho é lindo e merece ser apreciado;

2 - Nem lento demais: lembre-se que você tem um objetivo pela frente. Devagar em demasia pode desgastar o seu entusiasmo e pode quebrar o seu ritmo de andar. Entretanto a escolha é sua.

A média da grande maioria dos peregrinos contatados, vária de 5 a 9 horas de caminhada diariamente, com várias paradas para descansar e contemplar a natureza e seus monumentos históricos.

O caminho lhe dá a oportunidade de sentir verdadeiramente a natureza, você é acordado pelo sol e não pelo relógio. Come quando sente fome, e não em horários pré-determinados. Caminha o tanto que o corpo deixa e dorme quando e onde se pode.

Nos dias de muito calor, é recomendado que você inicie a jornada o mais cedo possível (5 ou 6 horas da manhã) a fim de evitar as horas mais tórridas, além de dar oportunidade de você chegar mais cedo ao albergue e ver dobrada as chances de conseguir uma cama vazia, bem localizada e um banheiro ainda limpo. Outrossim, irá permitir que você tenha tempo de lavar a sua roupa tranqüilamente.

segunda-feira, 15 de março de 2010

Volta Azarada....

Boas

Como está a chegar a nossa aventura pelas terras Espanholas, a chegar para alguns é claro, decidimos fazer umas voltas no nosso "Quintal" mais puxaditas para ganhar algum endurance para estarmos á altura do desafio.

Mas só ficamos pela intenção ......pelo menos pela metade da volta proposta.....

Dia excelente para este passeio , um grupo já consideravél ,comparadando com a maior parte dos

dias transactos.Posta, Gil, Vasco kelhas, Marco "bisgas", Marco kelhas, Maike kelhas , Manel vilas boas, Xico, V2,Vasco "asfalto", Renato e Rui "trankilo", acho que não me esqueci de nínguem.....

Em relação á volta feita só a dizer que alguns elementos estão a ficar em forma, outros nem tanto e outros santa Maria....de resto passamos a manha a remendar furos e trocar câmaras de ar, ainda assim deu para levar um bom empeno e sujar a bike.

Aqui estão uns vídeos para demonstrar o que se passou....

De salientar mais umas coisas interessantes:

1. Os furos foram na maioria das vezes nas "Konas" ( bicicletas é claro) do grupo , bicicletas que só saiem duas ou tres vezes em meio ano e que têm as camaras ressequidas .

2. Na totalidade dos furos as bikes não têm suspensão traseira.

3. Vasco "asfalto" encontra-se um pouco em baixo, não em altura.....

4. Já se resmunga menos.... bom sinal

5. Por fim já temos as costas protegidas porque temos um elemento novo no grupo : SUPER HOMEM........

video

video

video video

Boas pedaladas

inté

segunda-feira, 8 de março de 2010

Aparições de alguns elementos....

Domingo, 07-03-2010

Cerca das 8:30 no ponto de partida lá se encontraram os resistentes para uma longa escalada de bike.
Posta , Marco " bisgas", Renato , Rui "trankilo" , V2 , Xico , Miguel , Vasco e Marco ( Kelhas respectivamente ).
Ausência dos habituais Vasco King , Kim diesel e Manuel Vilas boas por motivos pessoais.

Saída previamente combinada para os montes de Valongo que são bastantes bravos para por a malta em condições fisícas para o que nos espera, pelo menos para alguns, outros levam por tabela.....é a vida.

Primeira paragem manutenção da bike do V2 que ficou um brinco, depois lá seguimos em direcção ao monte de S. Miguel-o-anjo ( pequeno aquecimento) bem que era preciso pois o frio era bastante e a chuva também.
Já no topo esquerda em direcção á rotunda de alfena, sempre a rasgar folheta até lá abaixo para recuperar forças.
Chegados lá abaixo decidimos alterar o trajecto para explorar novos trilhos mas não foi uma decisão acertada pois as intempéries que se têm sentido obstruíram bastantes trilhos mas paciência ......rodas no asfalto até á rotunda do Alto de Valongo sempre a subir até ao Sanatório mais conhecido por "santuário" pelo elemento "Bisgas".
Paragem na " Capela" para aconchegar o estômago e toca a subir mais uma vez ao topo...
Esqueci-me de mencionar os três ternos que o Xico deu devido aos pedais de encaixe que albergava, mas nada de especial , ainda bem....

video

No retorno decidimos vir pelo centro de Valongo, aí a chuva era parecida com facas....figura de estilo lógico.....

Já no centro de Alfena " Trankilo" ainda não satisfeito com a volta quis ir por mais umas subidas até ao famoso S. Miguel-o-anjo mas mesmo lá á Capela lá acima, rezou-se um Pai Nosso e rumo a casa em alto Gasómetro, por compromissos comerciais familiares .
Todos os elementos estiveram á altura da volta proposta, uns mais do que outros, mas é normal quando se passa muito tempo na cama começa-se a ficar com chagas......

Inté e abraço a todos

domingo, 7 de março de 2010

Chuva...chuva...chuva...

Conforme combinado, (comigo mesmo), eram 8.30h já tinha os ferros da espada entre as pernas a caminho da praia, foi uma daquelas voltas que foi feita debaixo de chuva durante todo o caminho, nem houve tempo nem vontade para parar, tal era a necessidade de andar para aquecer.
Descobri entretanto um veiculo ideal para fazer o caminho de Santiago, não precisamos de procurar albergues para dormir.

quinta-feira, 25 de fevereiro de 2010

Rescaldo enduro muro

Para quem ficou na caminha aqui está o resumo do passeio:






Agora percebo a razão de alguns dos elementos chegarem ao fim com os pés secos.....




E outros não..........











A táctica......................................








Parabéns aos Bikeass .....
inté e abraço

Endereço IP (Para os que não sabem onde estão)