domingo, 4 de outubro de 2009

Analogias...

Tempo de Outono, bom para andar de bicicleta, pouco calor e uma brisa fresca para suavizar o esforço. Encontro no café S. Romão com a outra espécie de ciclistas, os de estrada, 8 ou 9 estradistas e 6 Preguissas do monte arrancaram em direção à Povoa do Varzim, primeira volta de confraternização entre estas duas espécies.
A espécie do monte, com as suas bikes todo o terreno, 2 delas kitadas para incursão na estrada, partiram com a mesma filosofia de sempre, vamos com calma e ao mesmo tempo observar o comportamento da outra espécie, por norma mais nervoso e explosivo. Em estrada o comportamento é diferente, as próprias bikes a isso induzem, as reações são rápidas e precisas, tipo Fórmula1.
As bikes do monte, algumas a pesarem o dobro das primas, lá as acompanharam a bom ritmo, que isto de andar na estrada é um bocado diferente, mas o que é preciso é pernas. De qualquer maneira nós podemos andar com as primas no seu terreno, as primas é que não nos podem acompanhar no monte.
Algumas das primas ( bikes ) são uma espécie de "socialites" que para emagrecerem 100gr. pagam fortunas, muito botox, carbono e mesmo algum silicone para tapar algumas rugas. Têm um ar convencido e vaidoso, mas é a sua natureza, finas, elegantes e bem parecidas, mas não deixam de ser família.
Quanto ao passeio, acho que tudo correu bem, chegámos à Povoa, lanchámos, bebemos umas minis e apreciámos as belezas que a beira-mar nos oferece. O retorno não foi feito na totalidade por mim e pelo Gil, logo não tenho conhecimento do total do percurso, mas penso que correu tudo bem.
Uma palavra de solídariedade a todos os montadores destas espécies de bikes que muitas vezes passam sacrifícios e privações várias, para as manterem em forma e com boa aparência.

4 comentários:

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
  2. Bem descrito ò sr.dr Jakim este passeio prova que todos os ciclistas, quer de estrada quer de monte, não deixam de ser iguais, quero eu dizer com isto que : quem está habituado a pouco sacrifício e muita cama não vai lá das pernas e quem está habituado a algum exercício aguenta .....
    No final das contas correu muito bem e fiquei cliente
    Em relação ao final da volta só posso dizer que Póvoa a S.Romão médias de 26 km p/hora para não falar nas minis/feveras/presunto/receitas é o que faz haver tascos perto das estradas rsrsrsrsr
    Mas faz tudo parte do convívio....abraço

    ResponderEliminar
  3. Ora viva..!

    Passeio já nosso conhecido, embora por norma feito a um ritmo mais baixo!

    Andei com sempre cá mais pa traz mas ainda deu pra chegar à Póvoa com pouco atraso.

    O regresso foi feito só com o João, o restante grupo tinha um andamento muito elevado!

    ResponderEliminar
  4. Hahahahah, ó Posta, espero que essa do pouco exercicio não tenha sido para mim, mas tambem é verdade que só agora estou a entrar na forma (ainda vai demorar..lol).

    Espero que domingo escolhas um trajecto limpo e seco no monte para eu não caír. (Parece que já é moda, viste..viste, os gajos das bikes de estrada a caír??..rsrsrsrs).

    Abraço

    ResponderEliminar

Endereço IP (Para os que não sabem onde estão)