domingo, 26 de abril de 2009

LUSOGALAICO 09

Partida ás 7.30 horas, chegada a Esposende às 8.30, tempo de preparação logística e psicológica para o inicio da contenda. Oito(?) bravos e corajosos guerreiros, preparam-se para enfrentar as tropas já em movimentações constantes nas suas montadas.
Além dos preguissas, conseguimos um reforço importante das terras do Rei Afonso Henriques, de nome D. José Carlos, um nobre abastado que se juntou às lides.


Feito o reconhecimento do local, e estudado os adversários, delineamos as tácticas de combate com o objectivo de inflingir o maior número de baixas ao inimigo, depois de feito o check-in, posícionámo-nos para a partida que ainda demorou alguns minutos, tempo de ansiedade e reforço alimentar preliminar, com ingestão de eripoitrinas, tangerinas e apreciar as garinas.


Para efeitos estatísticos entraram neste acontecimento cerca de 1800 cavaleiros com os seus fatos de licra coloridos.




Partida dada por volta das 9.45, e início de uma cavalgada desenfreada em direção aos montes locais, para a conquista do maior nº de kms no menor tempo possível, largas avenidas antes de conquistar a primeira e única dificuldade do dia com uma subida em alcatrão com grande inclinação, que não tive tempo de medir, 20% ?

Depois de vencida a dificuldade, entramos nos terrenos de terra, e a dificuldade maior era não atropelar ninguém e fazer kms a uma velocidade razoável, os trilhos escolhidos não tinham grandes dificuldades, tirando algumas descidas técnicas em que era dificil ultrapassar os mais lentos.

As subidas foram poucas, alguns single-tracks e estradões largos, assim como trilhos à beira-rio, para desfrutar das paisagens. Com o acumular dos kms e das horas em cima do selim, o esforço tornava-se maior na parte final, o vento dificultava o andamento, mas todos chegaram a bom porto.
Andamos cerca de 48 kms em 3horas, mais dez menos dez, as classificações consultam-se depois, mas ficamos muito próximos do pódio... todos.
Como de costume a organização foi boa, mas já vi mais atenção aos pequenos pormenores, em edições anteriores, o reforço alimentar p.ex. deveria têr sido por volta dos 20 kms e não dos 35kms como estava, também já vi maior variedade, mas deve ser sinal da crise, de resto as marcações estavam boas, a segurança nos cruzamentos também. Enfim um evento a repetir.

segunda-feira, 20 de abril de 2009


Manhá com sol, partida às 8.40h, presentes: kim, Paulo, Vasco, Berto, João, Rui, Renato e o Maike, acho que não me esqueci de ninguém.
Trilhos variados, com descidas e subidas técnicas, muita lama e água da semana de chuva anterior, nivel de dificuldade médio/alto, principalmente para quem anda uma vez por mês.


O objectivo deste passeio era de preparação para as maratonas do próximo fim de semana, que alguns de nós vão fazer, caso do Lusogalaico e Maratona da Trofa.


Objectivo não cumprido na totalidade, pois não se fizeram os kms necessários, mas serviu para cada um ver a figura que vai fazer nas maratonas...
Em relação ao Lusogalaico, e exceptuando os dois do costume, seria interessante saber quem vai, pois dependendo do número de pessoas, poderemos ir juntos ou combinar algo.

sexta-feira, 10 de abril de 2009

VIA SACRA

Aqui estão alguns dos trilhos por onde passaremos no
próximo domingo, estes são só os primeiros 30 km.

Os outros 20 km são mais duros, mas nada do outro mundo.















quinta-feira, 9 de abril de 2009

SEXTA FEIRA SANTA

Como amanhá é Sexta Feira Santa, vou associar-me ao espírito da celebração e vou sofrer um bocado para o meio do monte, mesmo com chuva...
Alguém está imbuído desse espírito?

domingo, 5 de abril de 2009

Volta do diabo (f... dida)


Manhã nublada e algum frio, partida às 8.30h em direção aos trilhos delineados pelo guia??

Compareceram oito preguissas, mas nenhum trouxe bike nova ( Maike) como se esperava, com a nova, acho que se pedala com as mãos...rsrsrsr

Como já é costume, ainda não tínhamos andado 2km, e já o mecaniku raspava as costas pelo cascalho, felizmente sem consequências graves, sómente na auto-estima mas isso passa com o tempo. Mais á frente para não variar, um furo para consertar, e desta vez calhou ao mecaniku a quem mais?... A bike passa mais tempo com as rodas no ar que no chão...

De salientar a extrema dureza da volta delineada pelo guia de serviço, subidas qb com inclinação média de 15%. trilhos que já não se faziam a algum tempo, também com descidas acentuadas, e que requeriam alguma técnica e atenção.





Sítios houve em que se desmontou da bike e arranhou as pernas, para se passarem obstáculos, outros em que se subiu com as bikes ás costas.





Para compensar todo o desgaste sofrido, passamos pelo manuel para retemperar forças com umas moelas de galinha que sabiam a galinha, regadas com a receita(2) do costume.

Depois de um cigarrinho para acalmar, lá montamos outra vez as bikes para o regresso, já a pensar na maratona do Lusogalaico, que se aproxima.



sábado, 4 de abril de 2009

Minha nova bike 2 ... Preparem-se...

Caros amigos, estou indeciso na compra da minha nova bike, com a oferta que para aí anda, não consigo escolher o modelo, apresento-vos aqui algumas sugestões para que me ajudem na decisão.



1 - Modelo interessante para os dias de chuva ou sol, como mais-valia a possibilidade de praticar hóquei, pois vem equipada com os stick's.

Travões de disco e uma grande variedade de escolha para aplicação da camara de filmar...

Outra das vantagens é que não precisamos do equipamento de lycra, podemos usar roupa do dia a dia.






2 - Uma alternativa futurista e económica, pois nunca na vida partirá algum raio, também não é necessário a substituição de pastilhas, corrente, carretos, cubos, desviadores etc.




3- Protótipo em estudo, para breve lançamento no mercado, indicado para maratonas pois é muito confortável, vem equipada com airbag e cinto de segurança.


Esta seria a minha escolha em função dos desafios que se aproximam... Lusogalaico e Santiago?...




quarta-feira, 1 de abril de 2009

"Encurtar distâncias"

Algumas considerações com a finalidade de encurtar distâncias entre os preguissas.


O carboídrato (hidratos de carbono) é substrato fundamental no rendimento de um atleta pelo alto teôr calórico; macarrão, pão, frutas no geral, arroz, geléias de frutas, sucos, goiabada, e mel.
Quer isto dizer que o jantar apropriado, antes do dia de uma prova/maratona, será um bom prato de massa, acompanhada de um bom bife de carne vermelha, fruta e uma fatia de marmelada ou goiabada como sobremesa. ( façam a experiência).
Existem treinos de subida por exemplo, que fazem parte da força muscular das pernas, neste aspecto são importantes as proteínas como nutrientes de preferência provinda da carne vermelha e branca, os vegetais verdes escuros são importantes pois participam da contração muscular e reações enzimáticas

Um bom ciclista deve ter uma boa velocidade de pedalada. Treine spins, ou seja, rotações de pedais, entre 100-115 rpm. Um ritmo rápido de pedaladas permite a você economizar força muscular. Devido à sua velocidade, as pernas e os pés armazenam energia cinética, que ajuda a manter o movimento.

Para que um ciclista se desloque, ele precisa vencer três tipos de resistências, que são, a resistência de rolamento (atrito da roda no solo), a resistência mecânica (proveniente das engrenagens da bicicleta) e a resistência do ar. Desta forma o organismo precisa produzir energia para realizar movimentos e vencer estas resistências da forma mais eficiente possível.
Como já demonstrado por diversos autores, a resistência do ar, é a que apresenta maior contribuição para a resistência total encontrada pelo ciclista. Em velocidades superiores a 29 km/h, a resistência do ar é responsável por cerca de 80 % da força total gerada para deslocar-se em uma bicicleta tradicional .

"Páscoa Alegre"

Recentemente tive conhecimento que um preguissa tresmalhado, estava em vias de voltar ao convívio dos seus companheiros de aventuras.

"Sejam todos bemvindos quem vier por bem", para comemorar este épico acontecimento sugiro que façamos um passeio de comboio, eventualmente até Guimarães, para podermos recomeçar a relação amistosa que reinava no seio do grupo.




Se todos concordarem, podemos encomendar um bolo de chocolate e duas garrafas de champagne e champomix para a festa de boas vindas.

A minha nova Bike...preparem-se...!



Pois é amigos,

Aproveitando este momento de interregno devido a lesão e também fartinho de ouvir algumas "bocas" relacionadas com a marca da minha bike...e também devido ás novas exigências, tendo em conta a participação na Maratona de Esposende e o tal passeio a Santiago de Compostela...perdi a cabeça...e atirei-me na compra de uma nova Bike.

Digo-vos que dada a grande variedade de oferta, comprar uma Bike nova nos dias de hoje é quase uma aventura tão grande como os 90 Km do Gerês...;)

No entanto, com a minha como troca e uma boa argumentação para baixar preços...acho que fiz um bom negócio...!

Apresento-vos então a minha nova maquina...e preparem-se porque quando eu voltar já ninguém me segura...:)

Lin para verem caracteristicas: http://www.gtbicycles.com/esp/eng/Products/Mountain/All-Mountain/Full-Suspension/#5745



Ocorreu um erro neste dispositivo